• Poesia
  • refluxo de sereia.

    tudo é um truque. um artifício revelado pelo tempo. não há mistérios, há camadas de tecido cobrindo tudo. posso desfazê-las? usar o livre-arbítrio das mãos e recomeçar essas costuras rasgando o pano? o que ainda permanece aqui, daquele antigo corpo, daquele antigo nome ofertado ao nascer, eu não abandono, eu abraço, como a lama abraça […]