Prezada Página

prezada pagina

prezada página
és tu
que aguenta
a caneta pesada do poeta
o bater compassado da máquina
a pancada do cartucho
a tinta te sangrando em símbolos
— papel aguenta tudo —

em ti colocamos as palavras
por vezes como coloca-se
as crianças nos ônibus escolares
outras vezes como jogamos
nossas roupas na bagagem

sofres quieta e submissa
gravamos em ti nossas dores
e também conquistas
mas não celebras
porquê sabes do trauma:
te atribuímos um número
e acabas sendo
só mais uma



Lucas Túlio Pereira nasceu em Belo Horizonte, 1994. É estudante de Letras pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Está prestes a lançar seu primeiro livro de poemas intitulado “autoantologia ínfima (de um poeta estreante)”. 

1 Comentário

  1. Sérgio Souza fala: Responder

    O Lucas Túlio, eu já conheço. Digo, com muita honra, que somos Amigos. Você, Lucas, tem uma estrada enorme a percorrer e sei que, em cada passo, deixará uma flor… ou uma estrela, para deleite dos que o seguirão.

Gostou? Deixe seu comentário!