• Poesia
  • Como Dormem os Filhos do Homem

    Comprado me comprazo na subserviência silente de meus algozes, de cara tão inocentes – aí desses vencedores oniscientes!   Cospem-lhe a boca, escarram-lhe  a mente – turbilhão de amenidades tantas a anestesiar, não sem sentido, a castração criativa a laqueadura da poesia a morte da evidência (já não importa, idiota!).   deixe-nos aqui, deixe-nos confortáveis […]

  • Poesia
  • Tua Voz

      Tua voz vem de longe… e cansada… e sumida… Foi a brisa que a trouxe? Ou talvez o luar? Ela chega cantando e soluça sentida, Ela esboça um sorriso e eu a sinto chorar!   Tua voz vem cansada… É cansaço da vida… Pobre voz que desmaia e mal pode falar! Que ansiosa pergunta […]

  • Poesia
  • Haicais

    No post de hoje, a EMA publica alguns Haicais de Andréa Motta, com arte de Natasha Tinet. Andréa Motta Nasceu na cidade de São Paulo, em 1957. É graduada e Pós-graduada em Direito. Em sua trajetória literária, obteve várias premiações. Participa de diversas antologias. É titular da Cadeira nr. 30 da Academia Paranaense de Poesia […]

  • Poesia
  • Free Hugs

    mensagem nova “ouvi essa música e lembrei de ti” “desculpa o vácuo, eu dormi” “vai lá comer, te espero aqui” acordo com bom-dia e um sorriso vem na hora “olha o que ‘cê queria: aquele filme passa agora” na distância, o acalento meio danço, meio vento às vezes me esqueço e lamento mas volto, pois […]