É Difícil Ser um Deus (Trudno byt bogom)

A julgar pelas adaptações cinematográficas de suas obras, a começar com Stalker, os irmãos Arkady e Boris Strugatsky quem sabe sejam os escritores de ficção científica mais filosóficos de todos os tempos. É Difícil Ser um Deus, colosso de três horas de duração do aclamado diretor soviético Aleksey German, não fica atrás da adaptação de Tarkovsky em experimentalismo e originalidade. No entanto, enquanto Stalker tem no diálogo sua força motriz, na obra de German são os visuais oníricos que conferem dinamismo.

No papel, o filme narra a história de um cientista que foi enviado a um planeta similar à terra, mas que encontra-se preso no tempo histórico da idade média. Sem violência ou coação, o cientista deve guiar a população local ao surgimento da renascença. Na prática, é bastante complicado entender o enredo – e claramente o diretor não tem intenção de facilitar a compreensão do filme. A cena inicial já provoca um grande estranhamento: vemos um homem vestido como cavaleiro medieval acordar e começar a tocar jazz num instrumento arcaico. A partir daí, a câmera segue o personagem em sua jornada pelo vilarejo. No entanto, no lugar dos campos, cavaleiros, escudos e toda a parafernália que costuma-se associar ao período medieval, o que se vê é, sobretudo, lama. Sujeira e pobreza estão presentes o tempo inteiro. O diretor usa com maestria uma cinematografia canhestra e claustrofóbica para dar ideia da pobreza moral e material dos habitantes do planeta e, assim, aludir ao verdadeiro caráter dessa que já foi conhecida como Idade das Trevas.

É Difícil Ser um Deus não é um filme feito para entreter. O sucesso de bilheteria certamente não foi uma grande preocupação para o diretor – algo quase impossível de se imaginar hoje em dia. Apesar do clamor da crítica, são poucos aqueles capazes de navegar por uma obra dessas sem um mínimo de esforço e, quem sabe, até mesmo frustração. Uma coisa é certa: só não é possível ficar indiferente.

Por Henrique Fanini Leite

1 Comentário

  1. […] o filme tem certa proximidade com É Difícil Ser um Deus, mas é muito mais claro em termos de enredo e, francamente, muito mais interessante. Fora as […]

Gostou? Deixe seu comentário!