• Dica da EMA
  • Rebecca

    Baseado no livro homônimo de Daphne du Maurier (este, por sua vez, acusado de ser um plágio de A Sucessora, da autora brasileira Carolina Nabuco), Rebecca foi o primeiro filme que Hitchcock fez nos Estados Unidos, em 1940. Sucesso instantâneo de crítica, a obra foi indicada a onze Oscars e venceu dois, Melhor Filme e […]

  • Dica da EMA
  • Toc Toc

    Vicente Villanueva é conhecido na Espanha por seus curtas, mas tem apenas três longas-metragens em quase vinte anos de carreira. Toc Toc, lançado em 2017, é sua obra mais recente. O filme é baseado em uma peça de teatro de mesmo nome, produzida na França, e é a primeira obra do diretor a fazer sucesso […]

  • Dica da EMA
  • Interlúdio

    Com seis décadas de carreira e mais de cinquenta filmes produzidos, é muito difícil selecionar uma única obra que englobe todas as facetas de Alfred Hitchcock. Interlúdio, de 1946, certamente não atingiu o sucesso de Vertigo ou Psycho, mas é um bom candidato. Um divisor de águas na carreira do mestre britânico, a obra combina […]

  • Dica da EMA
  • Anomalisa

    Charlie Kaufman ficou famoso por seus roteiros fantásticos e metalinguísticos, capazes de abordar temas universais, como identidade e amor, através de um contexto metafísico. Seu estilo é tão característico que normalmente eclipsa o do diretor, o que provavelmente motivou Kaufman a começar a também dirigir os filmes que escreve. Anomalisa, uma animação em stop-motion, é […]

  • Dica da EMA
  • O Pescador de Ilusões

    Depois do fracasso comercial de As Aventuras do Barão Munchausen, Terry Gillian precisou mudar de estratégia. O resultado foi O Pescador de Ilusões, uma das obras mais despretensiosas de Gillian. O filme rendeu um Leão de Prata no Festival de Veneza e o Oscar de melhor atriz coadjuvante para Mercedes Ruehl. O enredo mistura elementos […]

  • Dica da EMA
  • Um Contratempo

    O cinema é uma arte de síntese, onde se misturam aspectos visuais, dramáticos, musicais e narrativos, para citar os mais evidentes. Filmes dão ênfases diferentes a cada um desses elementos, mas extremos quase exclusivamente audiovisuais, como Samsara, são raros. O outro extremo, obras predominantemente narrativas, em que os outros elementos assumem um caráter meramente ilustrativo […]

  • Dica da EMA
  • Deixe-me Entrar

    Ninguém vai te culpar se você decidir parar de ler quando vir esta palavra: remake. Deixe-me Entrar, dirigido por Matt Reeves é, sim, um remake do filme sueco Låt den Rätte Komma in (Deixe Ela Entrar, no Brasil), obra aclamada do diretor Tomas Alfredson. Minha preferência seria resenhar o original, naturalmente, mas quis o destino […]