• Dica da EMA
  • Relatos Selvagens

    Relatos Selvagens está para o cinema como uma antologia está para a literatura. Uma grande antologia, diga-se de passagem. Alguns críticos chegaram a afirmar que este filme é o mais bem sucedido da história do cinema argentino. Não sem certa dose de sensacionalismo, a afirmação tem respaldo: Relatos Selvagens quebrou o recorde histórico de bilheteria […]

  • Dica da EMA
  • Como Eu Terminei Esse Verão (Kak ya provel etim letom)

    A mídia ocidental parece ter alguma fixação com Vladimir Putin. Como Eu Terminei Esse Verão, obra de Alexei Popogrebski, já foi descrita como uma “alegoria sobre a Rússia moderna, em que os dois personagens principais representam os dois lados do regime de Putin”. Qualquer um que assista esse filme, no entanto, terá dificuldade em encontrar […]

  • Dica da EMA
  • Dans La Maison

    O estilo de François Ozon é controverso, sobretudo pelo voyeurismo de algumas de suas obras, das quais quem sabe a mais conhecida seja Jaune et Jolie. Em Dans La Maison, Ozon desenvolve uma narrativa metalinguística, combinada com elementos de drama e suspense, em que é propositalmente difícil compreender o que é realidade (dentro do pacto […]

  • Dica da EMA
  • Fausto

    Embora contenha diversas referências ao famoso poema de Goethe, a história do Fausto retratada pelo diretor Aleksandr Sukurov distancia-se da lenda original. Nisso, a obra segue a tendência estabelecida por Moloch, Taurus  e O Sol, os três componentes anteriores de sua tetralogia sobre os efeitos corruptores do poder. Em todas estas obras, as figuras retratadas […]

  • Dica da EMA
  • A Criada

    Park Chan-Wook é um dos mais renomados diretores sul-coreanos – e também um dos mais controversos. É conhecido por filmes extremamente violentos, como Oldboy, ou com forte carga erótica. A Criada se enquadra na segunda categoria, com longas tomadas de sexo entre as duas protagonistas. O enredo é baseado no romance Fingersmith, da autora galesa […]

  • Dica da EMA
  • O Samurai

    Alain Delon no Metro

    O Samurai, dirigido por Jean Pierre Melville, é considerado um dos precursores da nouvelle vague francesa. É um título frequente entre listas de “Os melhores filmes de todos os tempos,” mas pode ser enfadonho para aqueles procurando um filme policial mais aos moldes contemporâneos. Tem grande valor histórico, não só pelo efeito que causou no […]