• Conto
  • Glossofobia

    Glossofobia

    Em toda jerarquia da parvoíce, sou apenas mais um destes citadinos neuróticos. Porém, variavelmente economizo assuntos para baldar minhas lágrimas e lamúrias em cada esquina. Embora permeado pela baixeza moral do comportamento humano, não alcanço o ideário almejado por qualquer indivíduo introduzido na arte da eloquência. Acredito que a miopia impede-me de encontrar os desenlaces […]

  • Conto
  • No Elevador

    Se ela estivesse com pressa, certamente ficaria irritada com os inúmeros desvios de trânsito no trajeto que percorreu, pois a cidade passava por obras e estava intransitável. Mas não era o caso, adiantara-se para o seu compromisso. Quando localizaram o prédio, ela calmamente abriu a bolsa, puxou a carteira, retirou o dinheiro para pagar a […]

  • Conto
  • Limpeza Pesada

    Meu amor, acho que nessa posição te doem os braços. Estou errada? Não me diga. Logo a polícia estará aqui. E entrará em casa feito cão faminto de rua procurando uma merda qualquer de evidência. É isso que eles chamam. Evidência. Só pra saciar essa fome que eles têm de justiça. Justiça, meu amor. Isso […]

  • Conto
  • Verdade

    Sim, trocamos as bolas essa semana… Meu braço estendido repousa no vazio da cama. (no outro lado não há ninguém). O cinzeiro transbordando me diz que você não dormiu. Pudera, as garrafas vazias são testemunha. In vino veritas, penso, mas lembro que menti. E assim confesso, choro. Juro meu amor eterno às quatro paredes. Mas […]

  • Conto
  • Carcinoma de Chuva

    No Post de hoje, apresentamos um texto publicado originalmente na última edição do RelevO. Boa leitura! Minha pele clara sofre com o excesso de sol. Extraí o primeiro caranguejo agarrado à minha derme quando tinha dezenove anos. Na época, a palavra câncer era mais feia do que caralho, escroto, buceta ou punheta. Ninguém quis me […]

  • Conto
  • Sessão de Cinema na Livraria Vertov e uns Goles de Cuba Libre

     De repente o meu coração aveludou-se e começou a pulsar o sangue subsequentemente. Aqueles olhos que me envolviam a mirada, corajosos e amenos, já haviam passado longos minutos me encontrando com tranquilidade. Eu não pude deixar de notar. Olhar nos olhos é algo tão raro de acontecer hoje em dia por essa cidade…             […]